• Falsidade Documental

R$ 86,00

 R$ 30,00

TotalR$ 116,00


Publicada a aguardada quarta edição atualizada da obra Falsidade Documental, de Sylvio do Amaral .

Sobre Sylvio do Amaral e a sua obra Falsidade Documental, assim se referiu o grande jurista José Frederico Marques, em 1958: ''O autor desse novo livro sobre figuras delituosas de nosso Código Penal é elemento de grande destaque no Ministério Público paulista.... sua carreira no parquet de São Paulo foi rápida e fulgurante, graças à acentuada vocação pelas funções que abraçou.... O certo é que ninguém pode dispensar o livro que estamos analisando, sempre que tenha de solucionar alguma questão jurídica ligada à falsidade documental''.

Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo, Sylvio do Amaral obteve mestrado no grau Master of Law in Comparative Law pela New York University. Galgou com competência e brilho todas as posições da magistratura - promotor de Justiça, procurador de Justiça, Juiz do Tribunal de Alçada de São Paulo, vice-presidente e presidente do 1º Tribunal de Alçada Civil de São Paulo. Foi, também, Desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, 4º e 1º vice-presidente e corregedor-geral da Justiça, e notabilizou-se pela grande cultura intelectual, obstinada capacidade de trabalho e de inovação. 

A obra Falsidade Documental'', ora reeditada, valeu-lhe a conquista do disputado prêmio ''Costa e Silva de Direito Penal'', em 1958. A comissão julgadora, integrada por Basileu Garcia, José Frederico Marques e Odilon da Costa Manso proclamou, no parecer: ''É um excelente trabalho... Bem planejado, bem ordenado, bem escrito e verdadeiramente original, na maneira pela qual são discutidas as múltiplas questões que o tema escolhido oferece. Constitui uma contribuição de grande utilidade para o estudo dos problemas que a aplicação da lei penal proporciona no intrincado setor dos crimes contra a fé pública. As soluções propostas são sempre criteriosas e discorrem quase sempre de argumentação bem deduzida e invariavelmente convincente''. 

A nova atualização da obra foi confiada pela família do autor ao brilhante magistrado aposentado e advogado, Ovídio Rocha Barros Sandoval, que realizou primoroso trabalho de pesquisa, revisão e complementação.

Esta quarta edição, publicada pela Millennium Editora, traz ainda interessantíssimas notas do atualizador e comentários do ex-Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Aniceto Lopes Aliende, e do Juiz do Tribunal de Alçada Criminal do Estado de São Paulo, José Renato Nalini.
Constitui, sem dúvida, a uma das mais valiosas contribuições às letras jurídicas pátrias, que nesta matéria se mostra tão carente.


Sobre o autor
Bacharel pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, ''Master of Law in Comparative Law'' pela New York University. Lecionou Direito Penal na Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Foi promotor e procurador de Justiça, vice-presidente e presidente do Primeiro Tribunal de Alçada Civil de São Paulo, desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo e corregedor-geral de Justiça.
A obra ''Falsidade Documental'', ora reeditada, valeu-lhe a conquista do disputado prêmio ''Costa e Silva de Direito Penal'', em 1958. A comissão julgadora, integrada por Basileu Garcia, José Frederico Marques e Odilon da Costa Manso proclamou, no parecer: ''É um excelente trabalho... Bem planejado, bem ordenado, bem escrito e verdadeiramente original, na maneira pela qual são discutidas as múltiplas questões que o tema escolhido oferece. 


Sobre o atualizador
Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie (1962), foi professor regente de Ciência Política, na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Marília (1965-1966) e professor titular de Instrução à Ciência do Direito da Faculdade de Direito de Marília, bem como professor assistente de Direito Civil na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (1967-1968).





Falsidade Documental

  • Modelo: Falsidade Documental
  • Disponibilidade: Disponível
  • R$116,00